Para não errar

LINGERIE: MODA E FETICHE

24 de maio de 2013

O Dia dos Namorados está chegando e uma das coisas que as mulheres pensam é comprar uma linda e sedutora lingerie, certo? Além de necessidade, elas estão cada vez mais estilosas. Roupas de baixo também viraram quesito de moda. Sabe como?

Até chegar às passarelas palco e ganhar destaque no mundo fashion, como os tão comentados Fashion-Show da Victoria’s Secret, as lingeries fizeram e história e marcaram o avanço do papel empenhado pelas mulheres ao longo dos séculos.

Foram décadas e mais décadas de julgamento e repressão, no inicio do século XX. A escritora de moda inglesa, sra. Eric Pritchard, aponta em uma matéria que “roupas de baixo delicadas não são necessariamente um sinal de depravação. As mais virtuosas entre nós agora podem possuir roupas de baixo bonitas sem serem encaradas como sendo de caráter suspeito”.

Na frança, os escritores eram ainda mais enfáticos quando o assunto em pauta era o apelo erótico da lingerie: “nada se iguala ao poder voluptuoso da roupa intima feminina[…] um êxtase inelutável toma conta do cérebro masculino. Sua ingenuidade vaporosa e estilo envolvidos se assomam ao poder misterioso e tentador”. Declarações como essa do barão d’Orchamps, foram se tornando cada vez mais freqüentes e incisivas.

Com o final da Segunda Guerra Mundial, o costureiro Dior propunha a volta da elegância e dos volumes perdidos durante o período da guerra. Para acompanhar a nova silhueta proposta pelo costureiro, a lingerie precisava deixar o busto bem delineado e a cintura marcadíssima. Surgiram os sutiãs que deixavam os seios modelados e as cintas que modelavam a cinturinha.

tumblr_m5dc2qUNCi1ql3lbko1_500

 

Na década de 70 e 80, a inspiração romântica inspirou o mundo da moda. A Cinta-liga, meias 7/8 e corseletes (sem a antiga modelagem claustrofóbica), voltaram às lojas com força total. Rendas, laços, tules e outros tecidos delicados enfeitavam calcinhas e sutiãs.

dita-von-teese-von-folies-vintage-lingerie

tumblr_mgksciyi9A1rmits9o1_1280

 

Quem não lembra desse espartilho cônico elaborado por Jean Paul Gaultier especialmente para turnê Blonde Ambition da Madonna na década de 90? page

 

Para este ano, podemos destacar algumas tendências, tais como:

– Tons pastéis para quem prefere uma linha mais discreta:

– Lingeries na cor vinho, que aparece neste inverno como novo neutro.

– A combinação de nude e preto.

– No time dos neutros entram também os tecidos com fios de lurex, que dão toque de glamour a peças pretas, beges e vinho, por exemplo.

– Junção de tecidos de diferentes cores criando formas.

– Os tradicionais listrados e poás também têm seu espaço, bem como os florais.

 

A atriz Paloma Bernardi optou pela calcinha cor nude e com aplicações de renda

A atriz Paloma Bernardi optou pela calcinha cor nude e com aplicações de renda

 

O tom de azul contrastando com a renda deixam a camisa mais sensual. Nem Carol Buffara se rendeu

O tom de azul contrastando com a renda deixam a camisa mais sensual. Nem Carol Buffara resistiu

 

Sabem aonde vocês podem encontrar os mais variados modelos e o melhor, com sutiã sob medida? Na LOUNGERIE, a mais nova loja sensação do Plaza Shopping.

 

Conheçam um pouco da loja:

Carol Buffara mostrando que é fã das rendas e do pretinho básico!

Carol Buffara mostrando que é fã das rendas e do pretinho básico!

Preto, sempre básico, com rendas e bordados está na lista top 3 de Paloma Bernardi

Preto, sempre básico, com rendas e bordados está na lista top 3 de Paloma Bernardi

 

 

 

“Eis a pergunta: é mais sensual com ou sem roupa íntima? A Stripper Lily “Cat Girl” declarou em um artigo de 1956 que “os homens gostam de garotas que gostam de lingeries […] Eu não concordo com o slogan ‘sem roupa íntima’ de Marilyn Monroe. Estamos falando do imaginário humano, portanto não podemos levar a uma regra geral, mas quando ao assunto é lingerie, a grande maioria dos homens sentem que uma mulher que esteja parcialmente vestida é mais atraente do que uma completamente nua.”       

Fonte: Fetiche – moda, sexo e poder. Steele,Valerie.

 

 

You Might Also Like